:: €sse Cara! Nu e Cru ::








€sse Cara Nu € Cru!!!

Serei insolente, imprudente ou descarado
Se escrever tesão e acentuar a palavra
E tornar a palavra como o ato
Coisa real palpável e dura?
Serei impúdico, incorreto ou devasso
Se escrever coito e fizer sexo com as palavras
E a palavra se tornar lasciva
E assumir mil formas
Tantas como as do coito
Tantas como as do amor?Serei…?Não
Vergonha sentiria se no final do poema
Ao escrever sêmen, esperma e orgasmo
Um fio tenue e breve me escorresse da caneta
E fossem final de poema
Tímida e precoce ejaculação.
Pois que poesia não rima com pudor
Pois que poesia não rima com vergonha
Pois que poesia não rima com pejo ou timidez
. Poesia rima com paixão
Poesia rima com tesão
E mãos e corpos em coitos
E palavras que se dão com avidez.

€sse Cara!

CASA DO ROCK

:: CASA DO ROCK ::










"* Lentos For Make Love By Esse Cara"

Clique no stop se quiser parar a música.












Eu triste sou calado
Eu bravo sou estúpido
Eu lúcido sou chato
Eu gato sou esperto
Eu cego sou vidente
Eu carente sou insano
Eu malandro sou fresco
Eu seco sou vazio
Eu frio sou distante
Eu quente sou oleoso
Eu prosa sou tantos
Eu santo sou gelado
Eu salgado sou crú
Eu puro sou tentado
Eu sentado sou alto
Eu jovem sou mancebo
Eu belo sou fútil
Eu útil sou bom
Eu à toa sou teu.


Eu à toa sou teu.!


By €sse Cara!

O SEXO...
O amor é representado de várias formas, a principal é o sexo, sem ele a vida não existe, preconceitos retrogrados à parte. Este trabalho é para ilustrar as fantasias mais ousadas daqueles que não convivem com a coragem destas situações. Agora, principalmente voltado para os admiradores, escritores, poetas e amantes do sexo transcendental... Curtam às histórias e amem-se até à morte, talvez consigam ir além da existencia e descobrir a sabedoria do existir...
By €sse Cara!

AOS LEITORES.........
O grande desafio é, cada vez que olho uma página vazia, sinto uma imensa necessidade de criar, juntar palavras, transmitir sentimentos ou coisas e fatos às pessoas: Quem sabe? Ressucitar o ato de refletir ...
By €sse Cara!








:: Videos ::




Para assistir deixe a seta do mouse em cima do vídeo sem clicar





Proposta - Roberto Carlos



Cavalgada - Roberto Carlos



Bon Jovi - Misunderstood - legendado BR



Aerosmith Angel legendada em pt br.(LEGENDADO)



Van Halen - When it´s love (Tradução)



Amor de Verdade - Paulo Ricardo







::Já Passou::
17/03/2013 a 23/03/2013
16/12/2012 a 22/12/2012
02/12/2012 a 08/12/2012
11/11/2012 a 17/11/2012
28/10/2012 a 03/11/2012
21/10/2012 a 27/10/2012
14/10/2012 a 20/10/2012
23/09/2012 a 29/09/2012
16/09/2012 a 22/09/2012
09/09/2012 a 15/09/2012
26/08/2012 a 01/09/2012
19/08/2012 a 25/08/2012
12/08/2012 a 18/08/2012
29/07/2012 a 04/08/2012
22/07/2012 a 28/07/2012
08/07/2012 a 14/07/2012
01/07/2012 a 07/07/2012
24/06/2012 a 30/06/2012
17/06/2012 a 23/06/2012
10/06/2012 a 16/06/2012
03/06/2012 a 09/06/2012
27/05/2012 a 02/06/2012
20/05/2012 a 26/05/2012
13/05/2012 a 19/05/2012
06/05/2012 a 12/05/2012
29/04/2012 a 05/05/2012
22/04/2012 a 28/04/2012
15/04/2012 a 21/04/2012
08/04/2012 a 14/04/2012
01/04/2012 a 07/04/2012
25/03/2012 a 31/03/2012
18/03/2012 a 24/03/2012
11/03/2012 a 17/03/2012
04/03/2012 a 10/03/2012
26/02/2012 a 03/03/2012
19/02/2012 a 25/02/2012
12/02/2012 a 18/02/2012
05/02/2012 a 11/02/2012
29/01/2012 a 04/02/2012
22/01/2012 a 28/01/2012
15/01/2012 a 21/01/2012
08/01/2012 a 14/01/2012
01/01/2012 a 07/01/2012
25/12/2011 a 31/12/2011
11/12/2011 a 17/12/2011
04/12/2011 a 10/12/2011
20/11/2011 a 26/11/2011
09/10/2011 a 15/10/2011
11/09/2011 a 17/09/2011
07/08/2011 a 13/08/2011
24/07/2011 a 30/07/2011
17/07/2011 a 23/07/2011
26/06/2011 a 02/07/2011
19/06/2011 a 25/06/2011
12/06/2011 a 18/06/2011
05/06/2011 a 11/06/2011
29/05/2011 a 04/06/2011
15/05/2011 a 21/05/2011
08/05/2011 a 14/05/2011
01/05/2011 a 07/05/2011
24/04/2011 a 30/04/2011
17/04/2011 a 23/04/2011
10/04/2011 a 16/04/2011
03/04/2011 a 09/04/2011
27/03/2011 a 02/04/2011
20/03/2011 a 26/03/2011
13/03/2011 a 19/03/2011
06/03/2011 a 12/03/2011
27/02/2011 a 05/03/2011
13/02/2011 a 19/02/2011
06/02/2011 a 12/02/2011






























O AMOR É UM CRIME QUE NÃO SE PODE REALIZAR SEM CÚMPLICE"
(CHARLES BAUDELAIRE)

"Com as leves asas do amor transpus estes muros, porque

os limites da pedra não servem de empecilho para o amor.

E o que o amor pode fazer, o amor ousa tentar". Esse é um

trecho de Romeu e Julieta. Resolvi reler a peça depois de anos.

Acabara de assistir o filme numa madrugada de insônia e

precisava ver se ela me atingiria ainda como na primeira vez

que li. Engraçado como há histórias que sobrevivem tanto tempo.

 E não diferente de outros clássicos como Tristão e Isolda e

Otelo o amor nas suas infinitas variantes é o ponto em comum

 e é um grande condutor para se criar histórias.

Réu confesso, tenho um fascínio quase mórbido por

 histórias sem final feliz. Há pessoas que vão ao

teatro ou ao cinema para fugir da realidade,

adoram fantasiar príncipes encantados e amores impossíveis.

Uma amiga sempre me fala que Romeu e Julieta é

lindo porque eles morreram antes de terem a primeira

discussão sobre o relacionamento, que certamente se

fosse adiante esse namoro, no primeiro porre Romeu

 já tinha traído a "Juju" com uma loira siliconada.

 E claro, colocaria a culpa na bebida!

A descrença nos finais felizes transpôs palcos e

 telas. Virou moda a solidão. E não sei e nem

quero apontar culpados, mas já encheu o

 papo de "mundo globalizado", "pessoas individualistas".

Virou oba-oba esse papo.

Certamente reler Shakespeare deve ter me deixado

um pouco baratinado. Mas tem como não ficar depois

 de ler coisas como essa?

"Silêncio! Que luz brilha através daquela janela!

 É o Oriente e Julieta é o Sol! Surge, claro sol, e

mata a invejosa lua, já doente e pálida de desgosto,

 vendo que tu, sua serva, és mais linda do que

ela!"Manda isso escrito pra alguém.

 Vai virar motivo de chacota por três anos.

As histórias de amor viraram tão banais.

O amor virou paisagem. Não quero ficar me aprofundando

 em nada, tenho pouco espaço, mas a cada dia se

torna mais difícil encontrar motivos pra se apaixonar.

Tudo bem que essa leitura me deixou meio pessimista.

E olha que o dia dos namorados já passou e normalmente

 as pessoas que estão sozinhas ficam assim nessa época.

 Não ligam a TV pra não ver nem comercial do show do Roupa Nova no dia 12.

Sinto falta em acompanhar histórias que deixam

aquele sorriso bobo involuntário depois do primeiro beijo

 entre o casal. Nem aquelas cenas clássicas como

 da menina que derruba os cadernos depois

 de uma trombada tem mais graça. Se eu

vir um casal correndo de um canto de cada lado

 numa praia vou morrer de rir porque vou lembrar da TV Pirata.

Até o programa Namoro na TV, do Sílvio

 Santos, eu sinto falta, acreditem. Era

 ótimo ver aquele povo com binóculo saindo em disparada

quando ele permitia que eles dançassem. Ficava

imaginando o cara que por uma fração de segundos

ou um tropeço perdeu a chance de dançar com o

que seria o amor da sua vida porque um mais rápido

 pegou a mocinha antes dele. Devaneios de

um último romântico, como diria Lulu Santos.

Ligar pra quem você estava apaixonado e

ficar mudo no telefone não dá mais. Agora

tem bina, vão saber que foi você. Hoje o

 máximo que você pode fazer é fuçar o orkut(facebook)

dela e mesmo assim torcer pra que não tenha

 bloqueado as mensagens. A tecnologia é anti-romântica.

 Quem você vê escrevendo o nome na areia dentro de

um coração esperando a onda apagar ou gravar

músicas em fitas cassetes e colocar na etiqueta

 "Músicas Lentas" pra ficar que nem bobo pensando em quem se ama?

Os tempos são outros, as loucuras de amor são outras, os

 amores são outros. E a gente, será que ainda é o mesmo?

 Ou simplesmente fomos absorvidos pelo rolo compressor de

 um mundo de relações fast-foods, onde ser romântico (ou

pelo menos tentar ser) é sinônimo de brega? Taí

uma sugestão para reflexão. De preferência, a dois.

Enfim, acho que a melhor opção de leitura

atualmente é Nelson Rodrigues. Pelo menos ele

encara o amor com humor, e bem diferente de

 Shakespeare, ele solta pérolas como essa:

"Sem paixão não dá nem pra chupar um picolé".

Emendando, vamos convir: amor tem tudo a ver

 com humor. A gente ri sozinho quando está apaixonado.

Ou chora sozinho, se preferirem, quando o mundo

 não se torna colorido por causa de um amor.

 Nem que seja o amor-próprio.

por:Guilherme Gonzalez.



Escrito por Esse Cara! às 04h51
[] [envie esta mensagem]