:: €sse Cara! Nu e Cru ::








€sse Cara Nu € Cru!!!

Serei insolente, imprudente ou descarado
Se escrever tesão e acentuar a palavra
E tornar a palavra como o ato
Coisa real palpável e dura?
Serei impúdico, incorreto ou devasso
Se escrever coito e fizer sexo com as palavras
E a palavra se tornar lasciva
E assumir mil formas
Tantas como as do coito
Tantas como as do amor?Serei…?Não
Vergonha sentiria se no final do poema
Ao escrever sêmen, esperma e orgasmo
Um fio tenue e breve me escorresse da caneta
E fossem final de poema
Tímida e precoce ejaculação.
Pois que poesia não rima com pudor
Pois que poesia não rima com vergonha
Pois que poesia não rima com pejo ou timidez
. Poesia rima com paixão
Poesia rima com tesão
E mãos e corpos em coitos
E palavras que se dão com avidez.

€sse Cara!

CASA DO ROCK

:: CASA DO ROCK ::










"* Lentos For Make Love By Esse Cara"

Clique no stop se quiser parar a música.












Eu triste sou calado
Eu bravo sou estúpido
Eu lúcido sou chato
Eu gato sou esperto
Eu cego sou vidente
Eu carente sou insano
Eu malandro sou fresco
Eu seco sou vazio
Eu frio sou distante
Eu quente sou oleoso
Eu prosa sou tantos
Eu santo sou gelado
Eu salgado sou crú
Eu puro sou tentado
Eu sentado sou alto
Eu jovem sou mancebo
Eu belo sou fútil
Eu útil sou bom
Eu à toa sou teu.


Eu à toa sou teu.!


By €sse Cara!

O SEXO...
O amor é representado de várias formas, a principal é o sexo, sem ele a vida não existe, preconceitos retrogrados à parte. Este trabalho é para ilustrar as fantasias mais ousadas daqueles que não convivem com a coragem destas situações. Agora, principalmente voltado para os admiradores, escritores, poetas e amantes do sexo transcendental... Curtam às histórias e amem-se até à morte, talvez consigam ir além da existencia e descobrir a sabedoria do existir...
By €sse Cara!

AOS LEITORES.........
O grande desafio é, cada vez que olho uma página vazia, sinto uma imensa necessidade de criar, juntar palavras, transmitir sentimentos ou coisas e fatos às pessoas: Quem sabe? Ressucitar o ato de refletir ...
By €sse Cara!








:: Videos ::




Para assistir deixe a seta do mouse em cima do vídeo sem clicar





Proposta - Roberto Carlos



Cavalgada - Roberto Carlos



Bon Jovi - Misunderstood - legendado BR



Aerosmith Angel legendada em pt br.(LEGENDADO)



Van Halen - When it´s love (Tradução)



Amor de Verdade - Paulo Ricardo







::Já Passou::
17/03/2013 a 23/03/2013
16/12/2012 a 22/12/2012
02/12/2012 a 08/12/2012
11/11/2012 a 17/11/2012
28/10/2012 a 03/11/2012
21/10/2012 a 27/10/2012
14/10/2012 a 20/10/2012
23/09/2012 a 29/09/2012
16/09/2012 a 22/09/2012
09/09/2012 a 15/09/2012
26/08/2012 a 01/09/2012
19/08/2012 a 25/08/2012
12/08/2012 a 18/08/2012
29/07/2012 a 04/08/2012
22/07/2012 a 28/07/2012
08/07/2012 a 14/07/2012
01/07/2012 a 07/07/2012
24/06/2012 a 30/06/2012
17/06/2012 a 23/06/2012
10/06/2012 a 16/06/2012
03/06/2012 a 09/06/2012
27/05/2012 a 02/06/2012
20/05/2012 a 26/05/2012
13/05/2012 a 19/05/2012
06/05/2012 a 12/05/2012
29/04/2012 a 05/05/2012
22/04/2012 a 28/04/2012
15/04/2012 a 21/04/2012
08/04/2012 a 14/04/2012
01/04/2012 a 07/04/2012
25/03/2012 a 31/03/2012
18/03/2012 a 24/03/2012
11/03/2012 a 17/03/2012
04/03/2012 a 10/03/2012
26/02/2012 a 03/03/2012
19/02/2012 a 25/02/2012
12/02/2012 a 18/02/2012
05/02/2012 a 11/02/2012
29/01/2012 a 04/02/2012
22/01/2012 a 28/01/2012
15/01/2012 a 21/01/2012
08/01/2012 a 14/01/2012
01/01/2012 a 07/01/2012
25/12/2011 a 31/12/2011
11/12/2011 a 17/12/2011
04/12/2011 a 10/12/2011
20/11/2011 a 26/11/2011
09/10/2011 a 15/10/2011
11/09/2011 a 17/09/2011
07/08/2011 a 13/08/2011
24/07/2011 a 30/07/2011
17/07/2011 a 23/07/2011
26/06/2011 a 02/07/2011
19/06/2011 a 25/06/2011
12/06/2011 a 18/06/2011
05/06/2011 a 11/06/2011
29/05/2011 a 04/06/2011
15/05/2011 a 21/05/2011
08/05/2011 a 14/05/2011
01/05/2011 a 07/05/2011
24/04/2011 a 30/04/2011
17/04/2011 a 23/04/2011
10/04/2011 a 16/04/2011
03/04/2011 a 09/04/2011
27/03/2011 a 02/04/2011
20/03/2011 a 26/03/2011
13/03/2011 a 19/03/2011
06/03/2011 a 12/03/2011
27/02/2011 a 05/03/2011
13/02/2011 a 19/02/2011
06/02/2011 a 12/02/2011






























        Jim Morrison  Não Mora Mais Aqui


Eu não quero enlouquecer, comendo restos de merda e


comida estragada em latas de lixo presas a postes.


E não quero apodrecer em consultórios médicos, em

 
clinicas de recuperação de bebida, ou em camas de hospital.


 A morte não consta em meu testamento, quero chupar as


 belas tetas de belas garotas loiras que


 amamentam a filha do outro.

 

Eu não quero adoecer minha alma, enlouquecer


 minha mente, apodrecer minha carne.

 
Não quero estar sozinho, mas não quero companhia.


 Estar só é ruim, mas não aguento sua hipocrisia.


 Deixe estar, fique longe, esteja perto. Segure meu
 

pau, cure minha ressaca e beba comigo sentada na


 calçada enquanto eu enfio o dedo por

dentro de sua calcinha.

 

Por onde andam meus amigos, onde

 
bebem minhas amantes, onde morre

 
minha solidão? Putas não gozam mas

 chupam. Ontem eu era um amante, agora,


 não tenho amigos. Deixem eu deitar antes de

 
morrer. Mas antes mesmo do gozo da morte, quero

gozar entre suas


 coxas magras e lamber sua bundinha estreita.

 

Enlouquece minha mente, apodrece a


 semente. Somente a dor permanece, amada

 
e amante com garras de leão, olhos de

 
serpente enquanto eu procuro restos de amores jogados nas


 lixeiras das ruas. Rasga minha carne com unhas afiadas e

pintadas com a cor do meu sangue.


Beija minha língua, seu pai não percebe.

 

Deixe eu acender meu cigarro, soltar um

 escarro e peidar. Não há censura, não há

 
doença, não há porque. Nem liberdade, nem

 
poder. Beber e foder. O limite são os

 
ponteiros do relógio, um verdadeiro Elefante Efervescente.


 Cortinas de ferro, baratas mortas no


 quintal, monstros quentes e um dia de glória a

 
um poeta que teima em não viver.

 

Mas eu não encontro o que procuro,


 tenho bolsos furados e sonhos dourados.

Pague minha bebida e a

 
conta do motel, depois desapareça em

 
direção contrária á minha fuga.

Desapareça nas brumas, nas noites escuras

 
enquanto eu procuro restos de comida e

 
sobras de orgasmos nas latrinas dos


banheiros públicos. Púbicos pêlos presos aos


 dentes, "dentadura postiça" é a

trilha sonora do apocalipse.

27/12/2010



Escrito por Esse Cara! às 18h45
[] [envie esta mensagem]





           A Morte da Morte

Estou acima dos deuses e

dos demônios ateus

Sou a rainha e a princesa de

 árabes e judeus

Estou armada de afiadas

 foices negras

Sou a deusa daquelas

 histórias gregas.

Eu sou a real democracia, a

igualdade plena

Porque estou sempre atrás

 daquele que condena

Sou e estou crente que o único

caminho é até mim

Porque sei que sou apenas o

 principio do seu fim.

Sou uma parteira competente,
 
insone e garbosa

Que aguarda entre as pernas de

 uma mãe chorosa

Gritando de dor, parindo uma

vida moribunda

Uma criança morta que aflora

entre sua bunda.

Sou a morte e agora

também estou morta

Uma gargalhada sai de

minha língua torta

A foice cética e certeira agora pende

 de meus braços

Enquanto outra morte me recebe em

 seus abraços.

1/5/2010



Escrito por Esse Cara! às 17h53
[] [envie esta mensagem]




MORTE AMADA

 

Ah, quanto que implorei a morte a

 deuses surdos

Demônios escutaram, mas a mim

 ficaram mudos

Quanta dor poderia suportar antes de

 quebrar a espinha

Sim, quanta dor poderia suportar, era a

 duvida que tinha.

Pescoço partido por uma corda pendurada em

 um eucalipto

Ou sangue e miolos esparramados no

concreto da calçada

A forma ou o jeito, era o medo que impedia,

 ainda acredito

Medo tinha, a paz que pedia, jamais poderia

 ser alcançada.

Abraça, amada, abraça minha alma, enrola em

seu cobertor

Coloque suas pernas entre as minhas, eu sou o

seu protetor

Morrer é fugir, sim, mas estou cansado dos

 desejos insanos

Fugir? Apenas quero estar morto pelos

 próximos cem anos.

Viver é fatal e meu desejo agora é agora

apenas a fatalidade

Satisfaça meu último desejo, amada pelos

 Campos a correr

Enterre o punhal em meu peito, deixe a

 morte ser banalidade

Que a amarei por um tempo eterno antes

 mesmo de morrer.

18/9/2011



Escrito por Esse Cara! às 19h24
[] [envie esta mensagem]